TRABALHADORES DO CARLOS PRATES E PADRE EUSTAQUIO